acesso ao Alqueva
foz-destaques Guadiana

Acesso de agricultura espanhola a Alqueva deve ser pago

A Federação Nacional de Regantes de Portugal defende o acesso equitativo à água no rio Guadiana entre regantes portugueses e espanhóis, no âmbito das convenções de albufeira luso-espanholas.

A FENAREG entende ser urgente regulamentar as captações diretas em Alqueva a partir de Espanha, estimada em 50 hm3/ano e ser «necessário garantir que os regantes espanhóis pagam um preço pelo uso da água, à semelhança dos regantes portugueses em situação de ‘precários’»

Para o Algarve, a Federação apoia a construção de uma barragem na Ribeira da Foupana, onde constataram que a precipitação ocorrida entre outubro de 2020 e fevereiro de 2021 teria sido suficiente para completar 51% da capacidade total (130 hm³) da albufeira.

NoTejo, a FENAREG vê como essencial avançar com a barragem do Alvito, no rio Ocreza, para regularizar os caudais nesta bacia hidrográfica. Aunsculatados os regantes portugueses, no Verão, o caudal de água libertado por Espanha no Tejo é insuficiente para as necessidades dos regantes e de outros utilizadores, além de constituir uma ameaça ao equilíbrio dos sistemas ribeirinhos.

FOZ - Guadiana Digital

FOZ - Guadiana Digital

Adicionar comentário

Clique para comentar

%d bloggers like this:
x Logo: Shield
Este Site é Protegido Por
Shield