Algarve Cultura foz-destaques

Companhia de Teatro do Algarve agradece apoios

teatro lethes
Teatro Lethes


A ACTA expressou publicamente o seu «sincero agradecimento, extensivo a entidades da região, do país e também do estrangeiro» pelas manifestações de apoio que lhe têm chegado face à «exclusão da ACTA – A Companhia de Teatro do Algarve do financiamento Público no âmbito do Concurso da DGArtes de Apoio Quadrienal às Artes, 2023/26».

Notam que tais manifestações têm vindo a assumir formas que ultrapassam o inicial momento expresso por via de palavras de incredibilidade e indignação: «são elas afirmativas no sentido da continuidade do trabalho da ACTA e dos desígnios que tem evidenciado ao longo de 25 anos de atividade, artísticos, culturais, sociais, pedagógicos…


Entendem que «graças a tão expressivo apoio, estamos a encetar, reformuladamente, um conjunto de medidas em parceria com os municípios da região dos quais em tempo, daremos notícia – sendo que em alguns casos, por outras vias, terão já, de algumas, conhecimento».

Dá conta de que, durante o mês de Fevereiro, submeteram a concurso dez candidaturas aos Apoios Pontuais da referida DGArtes e aguardam «expectantes o que irá acontecer», sendo que apenas em Maio próximo podem dar notícia.

Etiquetas

Breves – País

ACTEP pede mais atenção ao turismo chinês

O presidente da Associação do Turismo Chinês em Portugal (ACTEP) considera que Macau “tem um papel fundamental na relação turística entre os dois países e é uma clara vantagem para Portugal na atração de turistas chineses, quando comparado com outros países europeus”.

Young Liang defende que Macau é “um extraordinário destino como também um ponto de partida para os turistas portugueses explorarem a China Continental, em particular a região do delta do Rio das Pérolas, Macau é ao mesmo tempo um eficaz veículo de promoção de Portugal no mercado chinês”.

visto em TNEWS

Breves – Mundo

Nas ruas de Paris, a fúria popular ouve-se alto e bom som.

Milhares de pessoas concentram-se na Praça da Concórdia, perto da Assembleia Nacional, em protesto contra a reforma do sistema de pensões e o mentor: Emmanuel Macron.

O presidente francês conseguiu a aprovação do polémico projeto-lei que aumenta dos 62 para 64 anos a idade de reforma. Sem maioria garantida na câmara baixa do Parlamento, o Governo da primeira-ministra Elisabeth Borne optou por não levar a lei a votos, forçar, antes a aprovação através do artigo 49.3 da Constituição francesa. Constituição. Na prática, contempla a possibilidade de se aprovarem leis sem que estas sejam votadas.

Um ultraje para várias forças da oposição que já acenaram com moções de censura. Enquanto isso, os sindicatos apelaram a protestos ainda mais musculados para os próximos dias, num braço-de-ferro que promete durar e abalar o executivo. /EURONEWS

Amaranta Cano presta homenagem a Aurora Murta – Foto de Zeca Romão

amaranta cano campa de aurora murta

VS Event List

LISTA DE PRÓXIMOS EVENTOS

29Mar2023
19Abr2023

Oficina de leitura com José Carlos Barros

Time: 18:00
Location: Biblioteca Municipal Ramos Rosa
josé carlos barros livros