foz-destaques Guadiana

Eurocidade do Guadiana consolida cooperação

Eurocidade Turismo
Marca turśtica conjunta será apresentada no próximo Outono

Marca turśtica conjunta será apresentada no próximo Outono

Ayamonte, do lado espanhol, e Castro Marim e Vila Real de Santo António, do lado português, passaram a oferecer um destino turístico conjunto, multiplicando assim o potencial das suas infra-estruturas, recursos naturais e culturais.

A Eurocidade do Guadiana anunciou estar ocupada «na concretização de uma marca turística capaz de representar a diversidade cultural, os recursos naturais e as características do seu território transfronteiriço».

Em nota divulgada, os responsáveis afirmam ser «uma sorte ser constituída por três municípios que já separadamente possuem um importante património e parque hoteleiro, mas que não se compara à atratividade de comercialização dos três municípios no seu conjunto, no mercado turístico ibérico e internacional».

A equipa técnica da Eurocidade, acompanhada pelo vereador de Turismo de Ayamonte Isaac Maestre, e pelo vereador para Cooperação Transfronteiriça Remedios Sanchez, reuniram-se com a empresa especializada em marketing turístico e sustentabilidade, Koan Consulting, para discutir os principais conceitos da marca e modelo de turismo que deseja atrair para o território.

Segundo Isaac Maestre “os nossos municípios são verdadeiras joias para o visitante: natureza, cultura, desporto… se também conseguirmos reunir e oferecer esta oferta de forma coordenada através de uma marca turística sólida, teremos melhores resultados. Estamos interessados ​​em um turismo sustentável que respeite e proteja o meio ambiente, um turista que saiba valorizar o nosso território e que o desenvolvimento do turismo beneficie diretamente os nossos cidadãos. Queremos quebrar a sazonalidade, que se ofereça um trabalho de qualidade e se reverta em melhores serviços públicos ».

Por seu lado, Remedios Sanchez acrescentou que “A Eurocidade do Guadiana continua a revelar-se um trampolim para o desenvolvimento dos seus municípios», acrescentando que tanto as empresas como os cidadãos transfronteiriços podem beneficiar muito mais do que viver na fronteira oferece e estamos. Afirma estar a trabalhar para o tornar cada dia mais tangível ”.

A criação da marca será apresentada no próximo outono, insere-se no projeto Euroguadiana 2020, financiado através do Programa Europeu de Cooperação Transfronteiriça Interreg VA Espanha-Portugal. A marca reúne ainda outras atividades desenvolvidas no âmbito da Euroguadiana, como a Estratégia Conjunta de Turismo da Eurocidade, onde conta também com o apoio das universidades de Huelva e do Algarve, o Fórum de Turismo ou o apoio à criação de produtos turísticos como o Cruzeiro Eurocidade do Guadiana.

X