Cultura Destaque foz-destaques Território

Fernando Pessanha investiga o passado da pirataria

No seu mais recente trabalho, o historiador Fernando Pessanha aborda A pirataria no extremo sudeste algarvio, nos alvores da Idade Moderna.

Trata.se de identificar os principais comandantes e as origens dos grupos de piratas que assolavam o extremo sudeste algarvio, assim como os principais capitães, alcaides e comendadores incumbidos de proteger a foz do Guadiana dos ataques do corso e da pirataria.

Esclareceu que tendo como balizagem cronológica a primeira metade do século XVI, foi seguida uma metodologia de trabalho baseada no confronto de informação entre as fontes avulsas e as crónicas quinhentistas”.

Novas investigações nesta estão prometidas para publicação em breve, segundo esclareceu Pessanha, técnico superior do Arquivo Histórico Municipal António Rosa Mendes, em Vila Real de Santo António, e doutorando da Universidade de Huelva.

A investigação foi apresentada na Academia de Marinha no dia 18 de Junho de 2019, numa sessão onde estiveram presentes o Almirante Francisco Vidal Abreu, o professor doutor Vítor Gaspar Rodrigues e o vice-presidente da câmara municipal de Vila Real de Santo António, Luís Romão, e está já publicada pela mesma Academia na obra Memórias 2019.

FOZ - Guadiana Digital

FOZ - Guadiana Digital

%d bloggers like this:
x Logo: Shield
Este Site é Protegido Por
Shield