foz-destaques Território

Gavi de Espanha foi estrela no Mundialito em Vila Real de Santo António

Gavi
Com dez anos, Gavi foi descoberto pelo Barcelona, em Vila Real de Santo António, onde foi o melhor jogador no Mundialito de 2014, disse o pai em entrevista à Cadena SER. Chama-se Pablo Gavira e toda a gente o trata por Gavi.

Naa ocasião, o Mundialito era considerado um dos maiores torneios do mundo para infantis e benjamins, Gavi, a jogar pelo Bétis, marcou três golos, um contributo decisivo na conquista do título. O Bétis venceu o Barcelona por 5-0 na final.

Na terça-feira fez história ao tornar-se o mais jovem internacional de sempre da seleção espanhola. Com 17 anos e 62 dias bateu um recorde com quase 86 anos: ultrapassou Angel Zubieta, que em 1935 tinha vestido a principal camisola da equipa nacional com 17 anos e 284 dias.

Nasceu em Los Palacios y Villafranca, Andaluzia, filho também de Pablo Gavira, que dedicou toda a vida ao turismo: primeiro como empregado de mesa, depois como empregado de balcão.

Assinala o «Mais Futebol» que «Gavi começou no clube da terra local, o Liara Balompié, fez 96 golos numa temporada e ao fim de um ano apenas deu o salto para o vizinho Betis. No clube de Sevilha teve direito até a ser cromo de coleção. Com apenas dez anos».

Imagem
Jesus Franco – twitter

FOZ - Guadiana Digital

Adicionar comentário

Clique para comentar

Obrigado pelo comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

pub.

Autárquicos

Classificação

Classificação

X