Mértola - Guadiana
foz-destaques Território

Guadiana transborda em Mértola

A chuva intensa que tem caído nos últimos dias, fez subir o caudal do rio Guadiana, que transbordou para as margens e quase submergiu o cais de Mértola.

Apesar de não haver estragos a assinalar, a Câmara de Mértola e as empresas proprietárias de embarcações destinadas a passeios fluviais deslocaram as embarcações para a foz do rio Oeiras, que fica cerca de 200 metros abaixo do principal ancoradouro da vila alentejana, informa o Diário Campanário.

De acordo com a notícia antes avançada pelo Jornal de Notícias, citado pelo diário, para melhor se perceber a precipitação que caiu na região, na passassem pelo Pulo do Lobo, a maior queda de água do sul de Portugal, com uma cascata com cerca de 20 metros de altura, em 24 horas o caudal do rio Guadiana passou de 27,21 para 103,81 metros cúbicos por segundo.

Desde 5 de abril de 2013, depois de fortes chuvadas e descargas das barragens, que o caudal do Guadiana não passava as margens e alagava diversas zonas do concelho. Nessa ocasião, o antigo porto mineiro de Pomarão ficou submerso, diversas embarcações de recreio aí ancoradas sofreram danos e o restaurante da aldeia foi inundado e teve que fechar portas, tendo até levado à desistência de um empresário espanhol que pensava ali fazer uma doca seca para limpeza de cascos de iates.

De acordo com fonte da Proteção Civil, registaram-se 14 inundações nos concelhos de Moura, Vidigueira, Beja, Serpa. Almodôvar e Mértola.

Um a das ocorrências registada foi a derrocada do telhado de uma casa na cidade de Moura que  não provocou vítimas, já que a habitação não estava habitada. Houve estradas cortadas durante algum tempo face dos lençóis de água que se formaram em algumas zonas.

%d bloggers like this:
x Logo: Shield
Este Site é Protegido Por
Shield