Cultura

«Jaguar», de António Carlos Cortez, vence Prémio Literário António Gedeão

António Carlos Cortez, com a obra Jaguar (D. Quixote 2019), venceu o Prémio de Poesia António Gedeão 2020, instituído pela Federação Nacional de Professores (Fenprof/CGTP-IN) com o apoio da SABSEG, e que, em 2018, tinha sido ganho por Daniel Jonas, com a obra Oblívio, em 2016, por Nuno Júdice, com A Convergência dos Ventos, em 2014, por Manuel Gusmão, com Pequeno Tratado das Figuras, e por Ana Luísa Amaral, em 2012, com Vozes.

O júri, constituído por Paulo Sucena, José Manuel Mendes e Paula Mendes Coelho, destacou «a elevada qualidade da maioria das obras a concurso» e justificou a atribuição do prémio à obra Jaguar por «se tratar de uma obra inovadora».

Source: «Jaguar», de António Carlos Cortez, vence Prémio Literário António Gedeão | AbrilAbril

Etiquetas
FOZ - Guadiana Digital

FOZ - Guadiana Digital

%d bloggers like this:
x Logo: Shield
Este Site é Protegido Por
Shield