Ayamonte - Fábrica Feu
Memória

Ayamonte – A fábrica de Anjo Garrafa Feu na margem do Guadiana

Quando, com o tempo, a antiga fábrica edificada há mais de um século e situada no final da atual rua de Las Flores, for recuperada, devemos lembrar a figura de outro importante industrial aiamontino ANJO GARRAFA FEU que, no início do século passado, construiu o prédio e foi, durante anos o seu proprietário.

Com diferença de outros investidores, Angel colocou os olhos nos confins do cais onde se encontrava um inóspito caminho que comunicava com a RODADEIRA e que com a maré estava constantemente interrompido.

Naquela época, as águas do Rio Guadiana na preia-mar atingiram as mesmas muralhas do CASTELO DAS FLORES. Após a terraplanagem dos terrenos que lhes foram concedidos pelo Ministério de Fomento, construiu um prédio destinado à fábrica de conservas, armazém de salgas e depósito de adereços de pesca, além de um cais de serviço com 60 m de comprimento.

Foi casado com Ricarda Suárez Santos e teve vários filhos, incluindo o reconhecido médico Manuel Botello Suárez.

Créditos a Maria Antónia Moreno Flores /Arquivo Municipal de Ayamonte

FOZ - Guadiana Digital

Adicionar comentário

Clique para comentar

Obrigado pelo comentário.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.