Resguardo de 100 metros na barra do Guadiana

A Autoridade Marítima emitiu um aviso aos navegantes, depois de a cabeça do molhe oeste da barra do rio Guadiana, em Vila Real de Santo António, ter colapsado na sexta-feira e destruído um farolim, devido ao mau tempo.

Em comunicado, a AM explica que, por questões de segurança da navegação, foi estabelecido um aviso com um resguardo de 100 metros ao molhe e avisada a Autoridade Portuária e Direcção Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos.

O Instituto Hidrográfico vai sondar o canal de navegação e a Direcção de Faróis ficou responsável por colocar uma lanterna provisória para sinalização do molhe.