Travessia do Guadiana
foz-destaques Guadiana

Eurocidade do Guadiana dá prémio a carreira fluvial

O serviço de transporte fluvial entre Ayamonte e Vila Real de Santo António recebe o 1.º Prémio de Cooperação Transfronteiriça da Eurocidade do Guadiana, por ocasião do Dia da Europa, celebrado a 6 de maio.

A equipa técnica intermunicipal propôs e a Assembleia do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial, acedeu, reconhecendo o esforço cooperativo que os atuais empresários estão a fazer e daqueles que o fizeram anteriormente para «ultrapassar todos os obstáculos e dificuldades jurídicas, linguísticas, cambiais e avanços como a chegada da ponte e o facto de ainda continuarem a ser uma referência para a conexão entre os dois países».

Apesar do serviço que se encontra temporariamente interrompido devido à pandemia de covid-19, deverá regressar e apenas regressar nas próximas semanas, ainda assim foi merecedor do prémio.

Até à inauguração da Ponte Internacional do Guadiana em 1991, esta era mais a Sul a única ligação por via marítima entre as duas margens do rio Guadiana.

Embora a ponte seja a mais preferida das ligações, este percurso de quem atravessa o rio nas embarcações das empresas de ambas as margens tem o sabor de passeio turístico, de elevado valor paisagístico, acima de tudo quando a meio do rio se tem uma perspetiva da foz para jusante e da serra donde o rio provém. O trajeto facilita a deslocação de visitantes e promove o intercâmbio e o fluxo de turistas entre as populações fronteiriças.