Moura fabrica painéis solares
Economia foz-destaques

Moura produzirá painéis solares e baterias

Nas instalações da antiga Moura Fábrica Solar, foi assinado no passado dia 21 o contrato de arrendamento entre os novos investidores e a Acciona, bem como um memorando de entendimento entre a câmara municipal de Moura e a empresa Lux Optimeyes Energy,.

Trata-se de um consórcio entre o grupo português Lux, liderado por Rui Torrão e Paulo Torrão, que atua no sector do turismo e o empresário Miguel Matias, do setor das energias, ex-diretor de Inovação da Galp Energia e fundador do Grupo Self Energy e da Optimeyes Energy Ltd, com sede em Londres.

O Ministro do Ambiente e Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, e o secretario de Estado da Energia, João Galamba, estivrea, presentes no arranque da nova fábrica de painéis solares fotovoltaicos flexíveis e de baterias de lítio de alta temperatura de Moura.

O projeto tem em vista a implantação de uma unidade industrial inovadora, a qual «combinada a produção de painéis solares flexíveis de baixo peso e de baterias de alta eficiência de lítio, num investimento inicial de cerca de 5 milhões de euros, cofinanciado pelo Programa Operacional Alentejo 2020 em cerca de 2,96 milhões de euros e que deverá recuperar, em Moura, mais de 40 postos de trabalho diretos, uma parte dos quais altamente qualificados, e outros 200 postos de trabalho indiretos na promoção, venda, desenvolvimento e instalação das soluções a fabricar», segundo a autarquia

A cerimónia foi o primeiro passo visível deste projeto classificado como relevante e resulta de «um intenso esforço de promoção do Município de Moura, da região Alentejo e do Pais como plataforma para o desenvolvimento industrial das tecnologias verdes».

Em Moura, a parceira tecnológica selecionada para a energia solar fotovoltaica é europeia e líder nos painéis de alta eficiência possibilitando que estes, além de flexíveis, apresentem um peso oito vezes inferior aos tradicionais, permitindo a sua aplicação em superfícies curvas, ou mesmo embutidas em telhas ou outro tipo de coberturas.

Relativamente à tecnologia eleita para a produção de baterias de lítio de alta eficiência “XNRGI”, tem já uma patente registada nos EUA e uma fábrica em operação na Índia, sendo a unidade fabril de Moura a primeira do género no mercado europeu.